Em virtude da presença do novo coronavírus no Brasil, a Prevent Senior, que tem a prevenção em seu DNA, informa que, por iniciativa própria, a partir de agora, passa a adotar uma série de ações preventivas, adicionais às recomendações do Ministério da Saúde.

Veja abaixo todos os detalhes.

 

Tenho uma consulta agendada, mas não é em caráter de urgência. Como devo proceder?

Os beneficiários com consulta agendada vão receber o contato da equipe médica um dia antes, com o objetivo de orientá-los sobre as medidas preventivas, além de tranquilizá-los e atendê-los remotamente, evitando que desloquem-se e exponham-se ao risco de contágio com o Coronavírus.

Tenho uma cirurgia agendada, mas não é em caráter de urgência. Como devo proceder?

Os beneficiários que possuem cirurgias eletivas, ou seja, que não são urgentes, receberão contato telefônico dos nossos médicos para que a melhor decisão seja tomada em conjunto.

Tenho um exame agendado, mas não é em caráter de urgência. Como devo proceder?

Os beneficiários que possuem exames eletivos agendados também irão receber o contato da equipe médica um dia antes, com o objetivo de orientar sobre as medidas preventivas, além de readequar o agendamento conforme a necessidade do beneficiário.

Como ficará o agendamento de consultas ou exames neste período?

Considerando que os nossos beneficiários pertencem ao maior grupo de risco para contágio e complicações pelo novo Coronavírus, sugerimos adiar os agendamentos de consultas e exames que não são urgentes a fim de se evitar a circulação de pessoas e diminuir o risco de transmissão do vírus.

A Prevent Senior está preparada para atender aos casos confirmados de COVID-19?

A rede hospitalar Sancta Maggiore está preparada para atender aos casos suspeitos de infecção pelo novo coronavírus, o covid-19, inclusive com leitos de isolamento, de acordo com os critérios estabelecidos pela Organização Mundial de Saúde e o Ministério da Saúde.

Os hospitais da rede hospitalar Sancta Maggiore possuem leitos de isolamento para a COVID-19?

Sim. Neste momento, os leitos de isolamento para a COVID-19 estão localizados no Hospital Sancta Maggiore Paraíso. O tratamento está sendo feito exclusivamente nesta unidade a fim de se evitar o fluxo de pessoas infectadas em outras unidades.

Estou em tratamento oncológico. Como devo preceder?

Os pacientes em processo de diagnóstico oncológico ou já em tratamento estão sendo priorizados e manteremos o atendimento presencial.

Como ficarão as atividades de promoção à saúde?

As atividades de promoção à saúde serão adiadas por tempo indeterminado nos clubes parceiros, bem como as atividades de reabilitação, exceto as relacionadas ao pós-operatório imediato e ao pré-operatório de cirurgias oncológicas.

 

DÚVIDAS GERAIS

O que é o novo coronavírus?

Os coronavírus são uma grande família viral, conhecidos desde meados de 1960, que causam infecções respiratórias em seres humanos e em animais. Geralmente, infecções por coronavírus causam doenças respiratórias leves a moderadas, semelhantes a um resfriado comum. Porém, alguns destes vírus podem causar doenças graves com impacto em termos de saúde pública, como já verificado com a Síndrome Respiratória Aguda Grave (SARS), identificada em 2002, e a Síndrome Respiratória do Oriente Médio (MERS), identificada em 2012.

 

O que é a COVID-19?

A COVID-19 é a infecção provocada pelo novo coronavírus.
 

Quais são os sintomas?

Os principais sintomas são:

– Febre;

– Mal-estar;

– Tosse;

– Coriza;

– Falta de ar;

– Mal-estar.

 

Como ocorre a transmissão pelo coronavírus?

A transmissão costuma ocorrer pelo ar ou por contato pessoal com secreções contaminadas, tais como:

– Gotículas de saliva;

– Espirro;

– Tosse;

– Catarro;

– Contato pessoal próximo, como beijo, toque ou aperto de mão com a pessoa infectada;

– Contato com objetos ou superfícies contaminadas, seguido de contato com a boca, nariz ou olhos.

 

Em quanto tempo os sintomas surgem?

Os sintomas podem surgir entre 5 e 14 dias após a infecção por coronavírus.

 

Quem são os grupos mais vulneráveis?

  • Pessoas acima de 40 anos, especialmente os idosos;

- Pessoas com doenças crônicas como diabetes, asma, bronquite, problemas cardiovasculares;

- Indivíduos em tratamento utilizando medicamentos imunossupressores.

 

Como se prevenir?

– Evitar locais com aglomeração de pessoas, como o transporte público.

– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar;

– Utilizar lenço descartável para higiene nasal e higienizar as mãos logo na sequência;

– Evitar tocar mucosas de olhos, nariz e boca;

– Não compartilhar objetos de uso pessoal;

– Limpar regularmente o ambiente e mantê-lo ventilado;

– Higienizar as mãos com água e sabão ou usar álcool em gel;

– Evitar viagens que não sejam urgentes.

 

Como é feito o diagnóstico?

O diagnóstico do coronavírus é feito com a coleta de materiais respiratórios (aspiração de vias aéreas ou indução de escarro).

Como é realizado o tratamento?

Não existe tratamento específico para a infecção causada por coronavírus humano. No caso de suspeita ou confirmação de infecção por coronavírus são indicados repouso e consumo de muita água, além de algumas medidas adotadas para aliviar os sintomas, conforme cada caso e orientação médica. Casos de infecção por coronavírus com complicações precisam de internação e cuidados especiais.

 

Devo usar máscara cirúrgica para proteção?

As máscaras de proteção devem ser utilizadas apenas por pessoas infectadas pelo coronavírus, além de seus cuidadores, familiares e profissionais de saúde que mantêm contato direto com o paciente doente.

 

O que as pessoas que tiveram contato com pacientes suspeitos de infecção devem fazer?

Valem as dicas básicas de cuidados de prevenção, além de evitar locais com aglomeração de pessoas e observar eventuais sinais ou sintomas como febre persistente, piora da tosse e dificuldade para respirar; caso eles apareçam, é fundamental procurar um serviço de saúde.

 

O que uma pessoa com sintomas deve fazer?

Em caso de sintomas como febre persistente, piora da tosse e dificuldade para respirar, procure um pronto-atendimento para avaliação inicial. Se o quadro for compatível com a definição de COVID-19, o serviço de saúde deverá seguir o fluxo estabelecido pela Secretaria de Estado da Saúde.

 

Onde encontrar informações oficiais e evitar fake news?

As informações oficiais podem ser encontradas no site do Ministério da Saúde. (www.saude.gov.br). Evite compartilhar informações sem checar se são verdadeiras. O Ministério da Saúde também possui uma página para denúncia de fake news (notícias falsas) (www.saude.gov.br/fakenews).

 

Fonte: Ministério da Saúde e Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo.

 

    2º Via do Boleto
    Acesse o Portal do Beneficiário.
  • Imprimir